31/05/2012

Bolha de bebê

Bercinhos de ninar típicos geralmente são de madeira e criam aquela imagem característica da mãe balançando seu rebento com o pé enquanto tricota. Pois esta imagem totalmente ultrapassada ganha uma versão simplesmente sensacional! Inspirada no brinquedo russo Nevalyashka (um tipo de João-bobo nosso), a Bubble Baby Bed é pura inovação. Feita com o mesmo tipo de acrílico utilizado em equipamentos de hospitais (estufas, incubadoras, etc), ela ainda utiliza nanotecnolgia na superfície para garantir a segurança dos bebês, já que mantém a cama sempre livre de germes. Um colchãozinho revestido de lã pura que conta com todas as normas para evitar sufocamentos e outros acidentes, garante o conforto dos bebês. Em várias cores de acrílico, a Bubble Baby Bed pode ser usada de recém-nascidos até bebês de 5 meses. Como sempre, para mais informações clique no link após as fotos. “Redondamente legaus”!

Janela de secar

Legal demais o conceito da “Blindry”! Aparentemente ela é apenas uma janela com veneziana para áreas de serviço. Só que sua função é ainda maior. Puxando a parte superior, ela abaixa, tornando-se um prático varal. As aletas móveis que regulam a entrada de luz no ambiente passam a servir de apoio para secar roupas, panos, etc. O design é ideal para pequenos apartamentos, sem falar que tem o apelo “eco-amigável” de não usar eletricidade e garantiu o cobiçado Prêmio Red Dot de Design a dupla Kim Bobin e Ko Kyungeun. “Secadoramente legaus”!
Link

Fronhas de fábula

Acho que não tem quem não conheça a história de A Bela e a Fera, afinal o conto de fadas francês foi escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot em 1740. Seja como for, a ideia destas fronhas é muito legal! Branquinhas e feitas 100% algodão, cada uma delas tem uma palavra: Beauty (Bela) e Beast (Fera). Tanto pode ser para representar de maneira divertida cada cônjuge de um casal, quanto para deixar claro o humor que você está naquela noite. Fabricadas na Nova Zelândia, uma versão brasileira ficaria bem interessante não acham?! Esta custa 58 dólares o conjunto. “Sonolentamente legaus”!
Link

30/05/2012

Londres em poças

O londrino Gavin Hammond não é pouca coisa; escritor, produtor, músico, cartunista, cineasta, poeta, entre outros. Ah, e claro, fotógrafo! Há alguns meses ele começou a registrar a cidade de Londres de um jeito bem peculiar: refletida em poças d’água. De pontos turísticos a simples imagens do cotidiano da cidade, as fotos são muuuuito legais. Selecionei algumas – inclusive a última da série, segundo o autor, “Singin in the rain” – mas você pode ver no site dele e em seu Flickr toda a sequência de “London In Puddles”. Refletidamente legaus”!
Link site     Link Flickr

Disfarce de Wi-Fi

Claro que mesmo um livro velho e sujo, vai continuar sempre sendo um livro. Sacrificá-lo nunca é legal, mas em alguns casos de páginas faltando e outras avarias irreversíveis, ele ainda pode virar uma incrível e útil objeto. Foi o que aconteceu na casa de Ana Maria Muñoz, uma blogueira americana. Depois de muito reclamar do feioso roteador wi-fi que precisou ser colocado na sala, Joe (que não descobri se é seu marido, amigo, namorado) teve uma brilhante ideia, que ela rapidamente colocou em prática. Ele comprou um livro num sebo por 50 centavos e após alguns recortes com um estilete...voilá! Seu roteador ganhou uma "roupinha" de livro onde ela ainda pôs uma câmera fotográfica antiga, dando o toque vintage-decorativo que faltava. Uma solução simples, prática e pra lá de estilosa. "Disfarçadamente legaus"!
Link

Cachorrinha cleptomaníaca

Não sei é o que é mais divertido: os pulinhos que ela dá até conseguir alcançar a mesa ou o seu (péssimo) hábito de surrupiar os objetos que lá estão. Seja como for, Cantaloupe, uma cadelinha da raça Galgo (ou Greyhound, se preferir) foi pega no flagra após os inúmeros sumiços que não paravam de acontecer. Foi colocada uma câmera, que após uma semana, registrou o divertido vídeo abaixo, compilado em pouco mais de 1 minuto. "Furtivamente legaus"!

29/05/2012

Piscina Les Paul

Guitarristas do mundo todo vão querer literalmente mergulhar nesta ideia! Afinal, um cidadão, apaixonado colecionador de guitarras, foi até a fabricante canadense de piscinas Aqua-Tech e quando estava escolhendo um modelo para o seu quintal, teve um insight: "Eu quero a minha piscina igual a uma Les Paul!". Pra quem não sabe bem do que estou falando, clique aqui e vá para o Wikipedia. Dito e feito; a empresa encarou o desafio e fez a belezura que você vê nas imagens abaixo. A perfeita réplica mede 19 metros e o desenho em seu fundo dá o acabamento perfeito. Um verdadeiro sonho para os apaixonados pelo instrumento. "Musicalmente legaus"!
Via

Pegador de milho e cia

Sei que muita gente vai torcer o nariz dizendo que este utensílio já era usado pela bisavó, que tem por R$ 1,99 na feira, que é totalmente dispensável, etc, mas um modelo i-gual-zi-nho a este, eu não conhecia. Versões “Tabajara” até podem existir, mas um pegador alongado de espigas de milho fabricado pela Chicago Metallic, feito em aço inox e silicone, só tem esse. Ok, também vão ter quem diga: “E pra que eu quero um negócio destes?!”. Eu sei que um pegador de espigas e outros alimentos, a não ser que você trabalhe num quiosque de praia ou lanchonete, não é algo que será utilizado tantas vezes, mas quando precisar, será útil pra caramba, né?! Sem falar que além de milho, serve para tirar da água quente, salsichas, batatas e inúmeros outros alimentos que normalmente você pegaria com uma pinça simples. Custa 11,50 dólares. "Pegadoramente legaus"!
Link

28/05/2012

Paredes esculpidas

O trabalho do artista português Alexandre Farto, mais conhecido por Vhils, chama atenção pela singularidade de sua técnica. Conhecido nas ruas por seus grafites e outros trabalhos urbanos, foi com o uso de instrumentos inusitados como martelos, talhadeiras, marteletes, entre outros, que suas obras começaram a ficar conhecidas internacionalmente. Raspando, quebrando, furando e descascando ele cria imagens incríveis, transformando paredes, reboco e tijolos em verdadeiras obras de arte. Logo abaixo você o último trabalho finalizado em Lisboa e na sequência vários outros espalhados pelo mundo. “Emparedadamente legaus”!
Link

Estante de bicicleta

O lugar desta estante em uma casa vai depender do grau de importância que a bicicleta tem. Os fanáticos por pedal podem deixar como atração principal da sala e no quarto da molecada mais jovem também ficaria perfeito. Já eu por exemplo, acho que combinaria bem com a garagem. Preferências à parte, a criação do designer Thomas Walde batizada de “Shoes, Books and a Bike” é muito legal para garantir um espaço dedicado à bikes e outros apetrechos. A ideia é unir 3 coisas em uma só usando materiais baratos e sustentáveis: uma estrutura de pinus, alguns parafusos e fibra de coco. Produzida na Suécia, ela mede 1,97 m de largura x 1,66 m de altura x 0,28 m de profundidade e custa o equivalente a R$ 437,65. “Misturadamente legaus”!
Link

Scooter de Ferro

Como fã do Iron Man eu acho que ele merecia um veículo bem mais possante e robusto, mas não tem como não achar legal esta scooter, né?! Ela começou a aparecer em alguns blogs gringos na sexta-feira, porém tirando o visual inspirado no super-herói - com direito a piscas com LEDs -, ninguém soube dar informações precisas sobre a motinho. Bom, quem sabe Tony Stark não resolveu conhecer melhor o trânsito das grandes cidades para ver que muita gente também tem um pouco de herói para encarar um perrengue desses todos os dias. “Heroicamente legaus”!
Via

27/05/2012

Preguiça polar

Acho que este vídeo é perfeito para um domingão como hoje! Depois de uma semana cheia e de outra ainda mais agitada pela frente, é mais ou menos assim que este blogueiro que vos escreve quer passar o o restinho do dia. Se um ursão deste tamanho pode, porque eu e você não podemos, certo?! Ah, e para não deixar o post sem conteúdo, o bicho preguiçoso abaixo foi filmado com uma Canon Mark II DSLR em Churchill, no Canadá. "Preguiçosamente legaus"!
Link

25/05/2012

Gente de madeira

Quando eu vi as fotos pela primeira vez, nem dei muita atenção, pois não achei muita graça em postar pessoas sujas de tinta. Foi só depois de ler e rever é que tive noção da maravilha que se tratava. Sim, pois pasme: as imagens abaixo, como escrevi no título, são de esculturas extremamente reais feitas em madeira! Obras do italiano Bruno Walpoth, elas têm tamanho real e impressionam pelo alto grau de complexidade. Dispensa mais explicações. É olhar e admirar. "Esculpidamente legaus"!
Link