30/09/2008

Mesas de capôs

Quando o artista é criativo, até capô velho se transforma em algo legal! Joel Hester pega partes de carros e caminhões de ferro-velho totalmente detonadas e arrasadas pelo tempo e as transforma em exclusivos objetos como mesas, camas, estantes, etc. As bases são feitas em aço e os pés sempre ajustáveis. Por motivos óbvios, suas criações são únicas e garantem um jeito pra lá de descolado de reciclar veículos descartados. Um capô de Cadillac por exemplo, vira uma incrível mesa de 750 dólares. "Enferrujadamente legaus"!Link

11 comentários:

- Amαndα Alвυqυerqυe disse...

que coisa criativa ;D

Juliana disse...

"Intensamente legaus" o seu blog, André! Seu irmão Bruno acabou de me mostrar. Vou adicionar na minha lista!
Abs,
Juliana

Jusué Junior!! disse...

como eu sempre digo, as peças provenientes de reciclagem são sempre d+

abs, Junior

Lilica disse...

q bacana
já vi uma carcaça inteira transformada em mesa de lanchonete.
os bancos do carro foram aproveitados num conversível.
parabéns pelo blog.

Isis Alessandra, euzinha LeLe disse...

bem legaus!

Isis Alessandra, euzinha LeLe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André Montejorge disse...

Amanda: isto é que é reciclar com talento!

-------------------

Juliana: que bom você ter vindo me visitar! Se é amiga do meu irmão só pode ser bem legal! Já viajei lá pelo teu blog, muito legal: diário de bordo, hehehe! Seja bem-vinda e volte sempre!

--------------------

Josué: quem diria, hein?! Significa que até um capozão de Opala pode virar uma bela mesa! Hehehehe!

---------------------

Lilica: que legal! Onde você viu isto?! Dava um belo post, hein?! E valeu pelo elogio ao blog!

----------------------

Isis: também achei, beeeem legal!



Abs e bjs,


André

MARI - Maria do Carmo Lanzillotta disse...

Fantástico!

Lady Dari disse...

e naum eh q ficou bom mesmo?

eu tbm jah vi algo parecido
mas a placa foi usada como mural...

Henriqueta disse...

e que lindas! adorei saber.

ғ0rgəт▬mə▬n0t, disse...

hahaha, super da hora,cara! Amei, André! Teu blog é mooointo bacana.